Bruno Huca

Quando era criança, Bruno Huca encontrou Carmen Dolores no metro de Lisboa. O entusiasmo de miúdo fez com que fizesse de tudo para chamar a atenção da atriz. Ao sair na sua estação, Carmen Dolores despediu-se, dizendo: “este menino tem alma de artista”. Premonitório ou não, o que é certo é que este episódio acompanhou, durante muito tempo, o convidado do Línguas de Gato, que, sim, leva as artes na alma. Vemos isso quando o encontramos no teatro, na música, e também à mesa, onde pratica, no restaurante Moya, outro dos seus talentos: a arte de bem receber. Uma conversa sobre a ponte Lisboa-Maputo, sobre quem nos faz falta, e sobre a presença do Bruno na ópera, no ativismo e na partilha do bem viver.

Para ouvir no Spotify, Apple Podcasts ou Google Podcasts.


"Nunca fui de dar um murro na mesa. Sempre fui mais de sair da mesa quando o amor já não estava a ser servido." Bruno Huca

Posts recentes

Ver tudo